Alma Retinta

por Larissa Chagas 

Alma retinta foi um jeito de ver o mundo por outra perspectiva, é sobre retorno, conexão, encontro;  É sobre esperança, sobre florescer, sobre corpos pretos no mundo (e para o mundo), onde eles quiserem estar brotar e florir; é sobre o sorriso que permanecem, sobre caminhos, destinos e principalmente sobre o axé que me (re)encontrou.

Bibliografia

RETRATO LARI 1.jpg

Nascida em 1995, filha de Andréa Calixto e Renato Alves, neta de Dona Ednéa artesã, a estudante de arquitetura e urbanismo, apaixonada por artes visuais, flores, folhas e estampas, a artista, já encantada pelo mundo das colagens, ingressou no ramo com o objetivo de propagar uma outra realidade visual e sensitiva da população negra, através de sorrisos, corpos expressivos, e principalmente sentimentos, esta ressignifica fotos com novas cores e elementos botânicos.